Fundamentos de epidemiologia: Série de casos

No post anterior, comentei do relato de caso, neste comentarei sobre a série de casos. No relato de caso temos a descrição detalhada de um caso raro ou relevante. Na série de casos temos um conjunto de casos. Algumas revistas que aceitam relato de casos, quando há mais de 5 casos aceita como artigo de pesquisa e não como relato de caso. Essa quantidade pode variar de revista para revista. É importante verificar a política editorial da revista e de artigos publicados anteriormente.

É mais difícil ter um conjunto de casos do que um caso único para relatar. Por isso o número de registros no PubMed de série de casos é bem menor do que os relatos de caso.

capture-20190605-152909

Veja um exemplo de série de casos publicado nos anos 80 “Clinical and bronchoscopic diagnosis of suspected pneumonia related to AIDS”

É um desenho de estudo muito similar ao relato de caso e pode ser usado o The CARE Guidelines: Consensus-based Clinical Case Reporting Guideline Development da mesma forma só que com o número maior de casos.

Este post faz parte de uma série chamada Fundamentos da epidemiologia. Para saber mais acesse aqui.

Photo by Anita Austvika on Unsplash

Juliana Reis

Enfermeira, especialista em informação científica, mestre em saúde materno infantil. Tem interesse em Práticas Integrativas, Saberes Tradicionais, Ciência e Arte, visualização de dados, gamificação, translação do conhecimento, ciência de implementação.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: